ūüö®REDE ALERTAūüö® | M√©dico perde R$ 60 mil para golpistas, em Ipatinga

ūüö®REDE ALERTAūüö®

Médico perde R$ 60 mil para golpistas, em Ipatinga

Por Diário do Aço

A Central da Polícia Militar (Copom) de Ipatinga registrou mais um golpe praticado por falsos funcionários de bancos. Na manhã desta quinta-feira (14), um médico de 70 anos foi enganado por estes bandidos e, ao acreditar nos estelionatários, perdeu R$ 60 mil em transferências via PIX para as contas dos criminosos.

A v√≠tima relatou que trabalhava, quando recebeu uma liga√ß√£o de uma mulher se identificando como gerente da Caixa Econ√īmica Federal. Ela se disse chamar Ana J√ļlia e informou ao m√©dico que algu√©m estava fazendo compras e usando o cart√£o de cr√©dito e o PIX dele.

A informa√ß√£o surpreendeu o m√©dico, pois segundo ele, n√£o havia emprestado e nem perdido o cart√£o de cr√©dito. A falsa funcion√°ria transferiu a liga√ß√£o para outra suposta gerente que se apresentou como Camila Silva e alegou ser do “servi√ßo de seguran√ßa do banco”.

A golpista informou que o limite da vítima aumentou R$ 30 mil reais, pois estava com o aplicativo aberto e que a vítima corria o risco de perder esse valor de limite. A tal gerente solicitou ao médico que fizesse um PIX no valor de $29.999 em favor de Keli Maria do Nascimento, o que foi feito de imediato.

Logo depois da primeira transfer√™ncia eletr√īnica, Camila solicitou mais dois PIX nos valores de R$ 10 mil e R$ 20 mil para uma conta banc√°ria em nome de Danilo Ricardo Dantas da Silva. A criminosa alegou que os valores seriam estornados e devolvidos para a v√≠tima, logo em seguida.

Depois das transferências, a estelionatária perguntou à vítima se tinha mais dinheiro em outro banco, pois estariam também movimentando nesta outra instituição. Ela ainda insistiu para que fosse feito outras transferências via PIX. O médico começou então a entender que estava sendo enganado.

Ao procurar se informar junto ao banco ele teve a confirmação que havia sido vítima de um golpe. O médico procurou a Polícia Militar para o registro do fato, que será encaminhado para a delegacia de Polícia Civil.



Postar um coment√°rio

0 Coment√°rios

Postagem em destaque

Parte 3 - Ocorr√™ncia envolvendo operadores de Seguran√ßa P√ļblica