*ūü¶Ö ALAGOAS* ūüĎĀ️‍ūüó®️ *Pol√≠cia confirma que manicure foi morta por engano em Penedo, AL; alvo seria amiga*.

*ūü¶Ö ALAGOAS*

ūüĎĀ️‍ūüó®️ *Pol√≠cia confirma que manicure foi morta por engano em Penedo, AL; alvo seria amiga*.

Homens procuravam outra mulher, que tem envolvimento com o tr√°fico de drogas, segundo as investiga√ß√Ķes. Suspeitos j√° foram identificados, mas ainda n√£o foram presos.

*ūĚďĒūĚď∑ūĚď¨. jŗł•–ł—ć ๏‚ĄďŗĻÄ√—ćŗĻÄ—Źŗł•*

Manicure Carolaine Correia dos Santos, 27 anos, foi morta a tiros na casa de amiga em Penedo, AL — Foto: Arquivo pessoal

A Polícia Civil confirmou nesta quarta-feira (16) que a manicure Carolaine Correia dos Santos, 27 anos, foi morta por engano na cidade de Penedo, interior de Alagoas. O alvo seria uma amiga com quem ela conversava no momento do crime e que tem envolvimento com o tráfico de drogas. Dois suspeitos já foram identificados e a polícia faz buscas para prendê-los.

O crime aconteceu na tarde de terça-feira (15). A vítima, conhecida como Calica, mãe de quatro filhos, estava sentada na porta da casa da amiga conversando quando foi assassinada a tiros. Testemunhas disseram que ela percebeu quando três homens desconhecidos da comunidade, se aproximaram. Eles estavam de cara limpa, sendo dois deles armados com revólveres.

"O terceiro falava ao celular e chegou a perguntar na conversa, obviamente com o mandante, qual seria [o alvo], se a gordinha ou a magrinha que ali estavam. A v√≠tima, ao perceber toda aquela movimenta√ß√£o estranha, correu para o im√≥vel da frente, sendo perseguida e assassinada com v√°rios disparos de arma de fogo", informou o chefe de opera√ß√Ķes da Delegacia Regional de Penedo, Carlos Welber.

Em seguida, os criminosos fugiram em um carro que também já foi identificado pela polícia. O Inquérito Policial foi instaurado e oito pessoas foram ouvidas entre familiares da vítima, testemunhas e a amiga que, segundo a polícia, tem envolvimento com o tráfico de drogas e seria o verdadeiro alvo da ação criminosa. Welber reforçou que a vítima não tinha envolvimento com nenhum tipo de crime.

"Com base nos depoimentos e declara√ß√Ķes conseguimos identificar o poss√≠vel mandante do crime, um traficante, conhecido da pol√≠cia local e com passagens pela pol√≠cia e pela Justi√ßa. Tamb√©m identificamos o bra√ßo direito dele, que serviu como ponteiro e indicou onde a v√≠tima estaria", concluiu o chefe de opera√ß√Ķes.
 https://instagram.com/aguianewsnoticias?utm_source=qr&igshid=MzNlNGNkZWQ4Mg%3D%3D

Postar um coment√°rio

0 Coment√°rios