SÉRIE MITOLOGIA | O Juramento de Hipócrates - MITOLOGIA GREGA





O Juramento de Hipócrates é um juramento solene feito por médicos em sua formatura, comprometendo-se a praticar a medicina com ética e profissionalismo.

História e Origem:

  • Atribuído ao médico grego Hipócrates (460-370 a.C.), considerado o "pai da medicina".
  • Datação incerta, possivelmente escrito no século IV a.C.
  • Originalmente escrito em grego antigo, diversas traduções e adaptações ao longo dos séculos.

Conteúdo do Juramento:

  • Invocação de deuses e deusas relacionados à medicina (Apolo, Esculápio, Higeia e Panaceia).
  • Compromisso com os princípios éticos da medicina:
    • Respeito aos professores e colegas.
    • Cuidado com os pacientes, priorizando sua saúde e bem-estar.
    • Confidencialidade das informações dos pacientes.
    • Recusa em praticar eutanásia ou aborto.
    • Transmissão do conhecimento médico para as futuras gerações.
  • Finalização com uma bênção: "Se eu cumprir este juramento com fidelidade, que me seja dado gozar felizmente da vida e da minha profissão, honrado para sempre entre os homens; se eu dele me afastar ou infringir, o contrário aconteça."

Importância e Relevância:

  • Marco histórico na ética médica, definindo princípios que norteiam a profissão até hoje.
  • Símbolo do compromisso dos médicos com a responsabilidade social e o cuidado com a vida.
  • Inspiração para a criação de outros códigos de ética médica em diferentes países.

Atualizações e Adaptações:

  • Ao longo dos anos, o Juramento de Hipócrates passou por diversas adaptações para se adequar às mudanças sociais e científicas da medicina.
  • Algumas sociedades médicas optam por utilizar versões modificadas do juramento original, enquanto outras preferem outros juramentos ou declarações de princípios éticos.

Críticas e Reflexões:

  • Alguns aspectos do juramento, como a invocação de deuses e a recusa em praticar eutanásia ou aborto, podem ser considerados ultrapassados ou controversos em algumas sociedades.
  • Importante refletir sobre os princípios éticos da medicina e adaptá-los à realidade social e cultural de cada época.

Exemplos de adaptações do Juramento de Hipócrates:

  • Declaração de Genebra da Associação Médica Mundial (1948)
  • Juramento de Maimônides (século XII)

Conclusão:

O Juramento de Hipócrates, apesar de ser um documento antigo, continua a ser um importante símbolo dos princípios éticos da medicina. É um compromisso com a responsabilidade social, o cuidado com a vida e a busca constante pelo conhecimento e aperfeiçoamento profissional.

Postar um comentário

0 Comentários

Postagem em destaque

Parte 3 - Ocorrência envolvendo operadores de Segurança Pública