OS FILHOS DE LOKI E A MORTE DE THOR



Na mitologia nórdica, Loki é um deus trapaceiro conhecido por suas travessuras e enganos. Ele é filho dos gigantes Laufey e Farbauti e é irmão de Helblindi e Byleistr. Loki é frequentemente retratado como uma figura mutável que pode mudar de forma à vontade. Ele também é dito ser muito inteligente e astuto.

Loki teve muitos filhos com várias esposas diferentes. Seus filhos mais famosos são:

Os filhos de Loki são todos muito poderosos e desempenham papéis importantes na mitologia nórdica. Fenrir e Jormungandr estão ambos destinados a matar deuses durante o Ragnarok, enquanto Hel governa o submundo. Narfi e Váli são ambos deuses que vingarão a morte de Baldur. Nari é um deus que é descrito como sendo bonito e sábio.

Loki é uma figura complexa e fascinante na mitologia nórdica. Ele é um deus trapaceiro que é conhecido por suas travessuras e enganos, mas ele também é um pai poderoso e seus filhos desempenham papéis importantes na mitologia nórdica.


A morte de Thor pode ser interpretada de duas maneiras principais: na mitologia nórdica e nos quadrinhos da Marvel.

Na Mitologia Nórdica:

  • Indestrutível: Na mitologia nórdica tradicional, Thor é considerado um deus poderoso e não há menção de uma morte definitiva para ele.

  • Ragnarok: No entanto, a mitologia nórdica profetiza um evento cataclísmico chamado Ragnarok, o crepúsculo dos deuses. Durante Ragnarok, uma guerra maciça acontece onde muitos deuses, incluindo Thor, estão destinados a morrer. Thor é predestinado a ter uma batalha gloriosa, mas fatal, com a monstruosa serpente Jormungandr. Embora ele mate a serpente, ele dará nove passos antes de sucumbir ao seu veneno.

Nos Quadrinhos da Marvel:

  • Série de quadrinhos: "Thor: Death of Thor" Há uma série específica de quadrinhos intitulada "Thor: Death of Thor" de Jason Aaron, publicada em 2018-2019. Esta história apresenta um destino diferente para Thor.

    • O Carniceiro de Deuses: Nesta história, Thor está lutando contra um vilão chamado o Carniceiro de Deuses, que tem como alvo específico os deuses. À medida que a história progride, Thor se torna indigno de empunhar seu martelo Mjolnir e sucumbe a uma misteriosa doença. A história explora o conceito de mortalidade, mesmo para um deus, e as consequências das ações passadas de Thor.
  • Não Permanente: É importante notar que, nos quadrinhos de super-heróis, a morte raramente é permanente. Já houve histórias subsequentes com o retorno de Thor em diferentes formas.

Outras interpretações:

  • Morte simbólica: Alguns estudiosos interpretam a morte de Thor em Ragnarok como uma morte simbólica, representando o fim de uma era e o início de uma nova.

  • Mitologia comparada: A morte de Thor também pode ser vista em comparação com outros mitos de deuses que morrem e ressuscitam, como o deus egípcio Osíris e o deus grego Dionísio.

Em resumo, a morte de Thor é um tema complexo com diferentes interpretações na mitologia nórdica, nos quadrinhos da Marvel e em outras fontes.

Postar um comentário

0 Comentários

Postagem em destaque