ANÁLISE CRIMINAL

 





De acordo com Miranda (2008), análise criminal “é um conjunto de processos sistemáticos direcionados para o provimento de informação oportuna e pertinente sobre os padrões do crime e suas correlações de tendências”, ou seja, “trata-se da aplicação da ciência na análise de fenômenos que surgem diante de nós e que devemos explicá-los”.

Encontramos outra definição pela International Association of Crime Analysts (2011), “análise criminal é ao mesmo tempo uma profissão e um conjunto de técnicas. Os profissionais que fazem a análise criminal e as técnicas utilizadas ajudam os departamentos de polícia a tornarem-se cada vez mais eficazes”.

Podemos definir ainda a Análise Criminal como um processo analítico e sistemático de produção de conhecimento, pautado nos princípios da pertinência e oportunidade. Tal análise ocorre quando há possibilidade de estabelecer correlações entre ocorrências policiais e os padrões e tendências do histórico de criminalidade em um determinado local ou região.


A análise criminal é um processo analítico e sistemático que envolve a coleta, organização, interpretação e avaliação de dados relacionados a crimes e atividades criminosas. Esses dados podem incluir informações sobre o tipo de crime, localização, horário, características dos suspeitos, modus operandi e outros fatores relevantes.


O objetivo principal da análise criminal é fornecer informações relevantes e oportunas para auxiliar na prevenção e investigação de crimes, bem como na formulação de políticas de segurança pública. Isso é feito por meio da identificação de padrões, tendências e correlações entre os dados coletados.


Por exemplo, a análise criminal pode identificar áreas geográficas com maior incidência de determinados tipos de crime, como roubos ou furtos. Com base nessa informação, as autoridades podem direcionar recursos e esforços de policiamento para essas áreas, a fim de prevenir a ocorrência de crimes.


Além disso, a análise criminal também pode ajudar na identificação de suspeitos. Ao analisar os dados disponíveis, os analistas podem identificar padrões de comportamento ou características comuns entre os criminosos, o que pode auxiliar na identificação e captura dos responsáveis pelos crimes.


A análise criminal também pode ser usada para prever possíveis futuros crimes. Ao identificar tendências e padrões de comportamento criminoso, os analistas podem antecipar áreas ou momentos de maior risco e tomar medidas preventivas para evitar a ocorrência de crimes.


Por fim, a análise criminal também pode envolver a análise de fatores contextuais, como dados demográficos, socioeconômicos e outros fatores que possam influenciar a criminalidade. Isso permite uma compreensão mais abrangente dos fatores que contribuem para a ocorrência de crimes e ajuda a direcionar esforços de prevenção e intervenção de forma mais eficaz.


Em resumo, a análise criminal é uma disciplina que utiliza métodos e técnicas estatísticas, geográficas e de inteligência para analisar e interpretar dados criminais, com o objetivo de fornecer informações úteis para a prevenção e combate ao crime.




Postar um comentário

0 Comentários

Postagem em destaque