Os 5 piores erros ao ler a Bíblia

 






 Os 5 piores erros ao ler a Bíblia 

A Bíblia é um livro poderoso e transformador, mas sua leitura requer cuidado para evitar erros de interpretação.


① Não considerar o contexto histórico e cultural

② Ignorar a interpretação literal versus figurativa

③ Não buscar a orientação do Espírito Santo

④ Não estudar a Bíblia de forma sistemática

⑤ Não aplicar os ensinamentos à vida diária Evitar esses erros ao ler a Bíblia permitirá que os leitores compreendam melhor a mensagem de Deus e apliquem seus ensinamentos em suas vidas.



Os 5 piores erros que muitos cometem ao ler a Bíblia (o #2 é o pior de todos)

A Bíblia Sagrada é um livro maravilhoso. É o livro mais vendido no mundo e para nós cristãos é a nossa regra de fé e prática. Aqueles que já tiveram a oportunidade de degustar um pouco dos ensinos bíblicos nunca mais serão as mesmas pessoas, pois a Bíblia é viva e o poder da palavra de Deus transformador.

O famoso evangelista Billy Graham disse algo interessante sobre a Bíblia, disse que “a Bíblia é mais atual do que o jornal que irá circular amanhã". E ele tem razão. Mesmo depois de centenas de anos os escritos são atuais.

Porém, mesmo com todas estas características positivas não podemos negar que a Bíblia não é um livro tão fácil de ser lido e que a sua leitura deve ser cuidadosa para que não seja distorcida. Pensando nisso, listei os cinco principais erros que muitas pessoas cometem ao ler a Bíblia.

Evitar esses erros vai ajudar qualquer leitor apaixonado pela palavra de Deus a extrair dela o seu real significado, que é o desejo de Deus para o leitor de Sua palavra. Veja os 5 erros:




Ler a Bíblia abrindo-a aleatoriamente

Não é difícil encontrar pessoas que praticam esse tipo de leitura. Inclusive, sei de igrejas que permitem que pregadores usem essa “técnica” no púlpito.

Ou seja, abrem a Bíblia aleatoriamente e onde cair começam a ler. Entendem que dessa forma Deus irá falar misteriosamente.

Essa é uma das piores formas de ler a Bíblia, pois não se têm um estudo sistemático que busque entender os contextos, as sequências, os fatos e outras informações importantes para compreensão de um texto corretamente em seu sentido.

Geralmente quem lê a Bíblia dessa forma não sabe nada de Bíblia, não consegue entender muito do que está lendo e fica tentando adivinhar o que quer dizer aquele texto que caiu em frente aos seus olhos.



Ler a Bíblia sem ler os contextos

Todo texto tem um contexto, que é o que vem antes e o que vem depois daquele texto. Muitos leem a Bíblia por pedaços.

Ou seja, hoje leem um capítulo de Salmos, amanhã leem um capítulo em Gênesis, depois leem Apocalipse, etc. Esse tipo de leitura prejudica em muito o entendimento correto do que Deus quis comunicar na Bíblia.

É muito importante que as leituras sejam feitas englobando todo o contexto. Se você for estudar, por exemplo, o livro de Gênesis, que o estude inteiro em sequência, buscando compreender de forma geral a história e o contexto ali mencionados.

Ou se for ler um trecho de algum livro, que leia um pouco do que foi escrito antes e depois desse trecho. Textos lidos fora de seus contextos podem tomar sentidos diferentes e totalmente contrários ao que realmente significam.


 



Ler a Bíblia sem um dicionário por perto

Ninguém é tão culto que saiba e lembre de todos os significados das palavras. A Bíblia é um livro extenso, tem o emprego de centenas de palavras, das quais muitas não conhecemos muito bem o significado.

Muitos leem a Bíblia e não entendem bem o sentido de algumas passagens, pois não checam um dicionário quando se deparam com uma palavra desconhecida. 

Dessa forma, perdem o ensino daquele texto e acabam também não compreendendo versos próximos que dependem daquele. Ter um dicionário é muito importante para quem quer ler e entender a Bíblia.

Não pesquisar os significados de palavras desconhecidas torna a leitura pobre e fraca.Salmos, amanhã leem um capítulo em Gênesis, depois leem Apocalipse, etc. Esse tipo de leitura prejudica em muito o entendimento correto do que Deus quis comunicar na Bíblia.

É muito importante que as leituras sejam feitas englobando todo o contexto. Se você for estudar, por exemplo, o livro de Gênesis, que o estude inteiro em sequência, buscando compreender de forma geral a história e o contexto ali mencionados.

Ou se for ler um trecho de algum livro, que leia um pouco do que foi escrito antes e depois desse trecho. Textos lidos fora de seus contextos podem tomar sentidos diferentes e totalmente contrários ao que realmente significam.

Ler a Bíblia em qualquer lugar

A leitura e o estudo são atos que exigem atenção. Apesar de existirem alguns poucos que conseguem se concentrar em diversas coisas ao mesmo tempo, a maioria não consegue. Muitos reclamam de ter lido a Bíblia várias vezes, mas ainda não entendem muito do que leem.

Não é de se admirar que muitos deles não entendem porque não leem com foco e atenção. Ler a Bíblia em lugares barulhentos, agitados ou que tirem a sua atenção é perda de tempo.

Eu gosto de comparar um bom leitor da Bíblia a um cirurgião. Será que um cirurgião operando um paciente faz bem em colocar uma tevê na sala da cirurgia e, enquanto opera um coração, assiste também seu programa favorito?

Não dá, não é verdade! Assim como uma cirurgia requer atenção exclusiva do cirurgião, o leitor da Bíblia também deve dar atenção exclusiva a esse encontro com o texto sagrado e Seu autor. 



Ler a Bíblia sem regularidade

Acho interessante como algumas pessoas leem a Bíblia: uma vez na semana, no máximo duas. Cinco a dez capítulos apenas por semana e, alguns mais relaxados, demoram um mês inteiro para ler isso. Isso é muito ruim. 

Para que nosso cérebro aprenda coisas complexas é necessário que ele seja exposto àquilo com certa frequência. Por exemplo, ninguém consegue se formar em uma profissão indo uma vez por mês na faculdade e nos outros dias não estudando nada sobre o tema. 

Geralmente as faculdades incentivam o estudo pelo menos cinco dias da semana, aí tem os estágios para vivenciar o estudo na prática, os trabalhos, etc. 

Tudo isso forma um profissional que domina o tema do estudo. Quem deseja “dominar” o texto bíblico também precisa aprender a ter regularidade. 

Isso quer dizer que é importante que haja o contato com a palavra de Deus por mais tempo e não somente alguns poucos minutos por semana. 

É um grande erro achar que irá conhecer a Bíblia a fundo estudando-a 30 minutos por semana.



Postar um comentário

0 Comentários

Postagem em destaque

SÉRIE MINERAÇÃO | Britadores de Impacto: Princípio de Funcionamento e Aplicações