Por que os demônios pediram os porcos à Jesus?




Por que Jesus deixou os demônios irem para 2 mil porcos no caso dos gerasenos?

Postado por Presbítero André Sanchez
Você quer ter acesso a um método de ensino, que vai te fazer entender a Bíblia inteira, de Gênesis a Apocalipse?

Durante mais de 5 anos trabalhei criando aulas e produzi um material para quem ama estudar a Bíblia com profundidade e tem dificuldades com isso!

Gostaria muito que você conhecesse esse material, ele pode ser a estrada que vai te levar a entender mais da Bíblia ainda hoje!

Por isso, peço alguns segundos da sua atenção, para que conheça os detalhes desse material inscrível que acabamos de disponibilizar para você!

Acredite em mim, você não vai se arrepender!

Você Pergunta: Eu gostaria de entender melhor por que Jesus aceitou a sugestão daqueles demônios para irem para aqueles 2 mil porcos e depois aqueles porcos todos morreram? Qual o significado disso? Existe algum simbolismo nesse acontecimento?


Cara leitora, esse acontecimento relatado nos evangelhos é realmente muito intrigante, não só pela situação terrível dos endemoninhados, mas também pelo grande milagre feito por Jesus e por essa questão de cerca de 2 mil porcos mortos por esses demônios. Vejamos o texto:

“E os espíritos imundos rogaram a Jesus, dizendo: Manda-nos para os porcos, para que entremos neles. Jesus o permitiu. Então, saindo os espíritos imundos, entraram nos porcos; e a manada, que era cerca de dois mil, precipitou-se despenhadeiro abaixo, para dentro do mar, onde se afogaram” (Marcos 5:12).

Inscreva-se em nosso canal (clique): https://m.youtube.com/andresanchez

Por que os demônios quiseram entrar nos porcos?

(1) Jesus estava aqui desembarcando na terra dos gerasenos (Marcos 5:1) e logo no desembarque já foi interrompido por um homem gravemente endemoninhado:

“Ao desembarcar, logo veio dos sepulcros, ao seu encontro, um homem possesso de espírito imundo” (Marcos 5:2)

As ações desses demônios eram tão terríveis na vida desse homem que ele vivia em um cemitério, em meios aos túmulos, como um morto-vivo, e ninguém conseguiu capturá-lo, tal era a força que tinha; e ainda feria a si mesmo com pedras:

“Andava sempre, de noite e de dia, clamando por entre os sepulcros e pelos montes, ferindo-se com pedras” (Marcos 5:5).

Certamente que o povo dessa região tinha muito medo desse homem. Aliás, aqui Marcos foca apenas em um deles (talvez o mais violento deles ou o mais conhecido àquela altura), mas em Mateus 8:28 ficamos sabendo que são 2 endemoninhados.

(2) Mas diante da presença de Jesus aquele homem corre ao encontro do mestre, prostra-se e o adora, pois Jesus estava ali para libertá-lo completamente. Mas diante da ação de Jesus, os demônios tem uma interessante conversa com Ele:

“exclamando com alta voz: Que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Conjuro-te por Deus que não me atormentes!” (Marcos 5:7)

Jesus pergunta o nome do demônio, que surpreendentemente diz que eles eram uma legião (Marcos 5:9). Legião aqui parece fazer relação com a legião de soldados romanos, que tinham cerca de 6.000 homens! Eles eram uma multidão acabando com a vida daquele homem!

(3) Agora começaremos a entender o objeto de nossa análise. Os demônios fazem um pedido a Jesus: “E rogou-lhe encarecidamente que os não mandasse para fora do país” (Marcos 5:10).

-

-

Lucas, narrando essa mesma história diz que os demônios pediram para que Jesus não os mandasse para o abismo (Lucas 8:31). Mandar para “fora do país” aqui indica o temor dos demônios de que Jesus os mandasse ficar presos em algum local até o dia do grande julgamento.

Judas mostra em sua carta uma realidade parecida com isso: “e a anjos, os que não guardaram o seu estado original, mas abandonaram o seu próprio domicílio, ele tem guardado sob trevas, em algemas eternas, para o juízo do grande Dia” (Judas 1:6).

Mas o que surpreende é que o pedido feito pelos demônios foi aceito por Jesus: “Jesus o permitiu. Então, saindo os espíritos imundos, entraram nos porcos; e a manada, que era cerca de dois mil, precipitou-se despenhadeiro abaixo, para dentro do mar, onde se afogaram” (Marcos 5:13).

A morte dos porcos acabou causando grande raiva nos porqueiros e nos moradores dali (que souberam do acontecido), e que pediram para Jesus sair da cidade deles, certamente com medo de perder alguma coisa que tinham:

“E entraram a rogar-lhe que se retirasse da terra deles” (Marcos 5:17)

(4) Mas por que Jesus permitiu que os demônios fossem para os porcos? Algumas possibilidades têm sido levantadas para tentar explicar essa estranha permissão de Jesus a um pedido feito por demônios:

(a) Os donos desses porcos (ou boa parte deles) eram judeus? Se essa for uma possibilidade, Jesus estaria demonstrando que eles estavam ferindo a lei de Moisés criando porcos e, claro, valorizavam mais os porcos do que o Messias que estava diante deles e do que aqueles homens libertos.

No entanto, é preciso pontuar que aquela região era predominantemente de gentios. Mas como uma regiãoà beira do Mar da Galileia não seria difícil que judeus vivessem ali.

(b) Não foi Jesus quem causou a morte dos porcos, mas os demônios? Tendo Jesus apenas permitido que os demônios fossem até os porcos, não teria Ele responsabilidade alguma sobre o que ocorreu ali. Se Jesus não estivesse ali os demônios continuariam sua destruição das vidas de pessoas.

Se essa interpretação estiver certa, então, Jesus queria mostrar a todos como uma vida sem Deus, uma vida no caminho do diabo é destrutiva ao extremo e destrói tudo ao redor!

(c) As pessoas precisavam ver que aquele homem estava endemoninhado e que os demônios saíram dele e eram reais? A ação dos demônios nos porcos parece ter mostrado de forma clara a todos o poder do maligno na vida de pessoas e coisas. Mas também, ao mesmo tempo, como o maligno se submete ao poder do Messias.

Se essa era a intenção de Jesus, então, ele queria trazer um sinal visível do que Ele acabou de fazer ali e do poder da ação dos demônios tanto em homens como em animais e coisas! Mas também de seu poder soberano sobre tudo isso!

No entanto, parece que as pessoas ali viram mais o prejuízo financeiro do que uma ação de Deus para bênção delas, razão que as fez convidar Jesus a se retirar!

Postar um comentário

0 Comentários

Postagem em destaque

Parte 3 - Ocorrência envolvendo operadores de Segurança Pública