SÉRIE MITOLOGIA | Teseu

 http://eventosmitologiagrega.blogspot.com/search/label/Mito%3A%20Teseu%20e%20a%20inveja%20da%20juventude

Teseu


Teseu, o grande herói, tornou-se rei da Ática depois de derrotar o terrível Minotauro, casando-se com Ariadne que o ajudou quando lhe deu o novelo de lã que lhe permitiu sair ileso da caverna. No entanto, ele a abandonou e tornou-se infortunado no amor. De sua apaixonada ligação com a rainha das Amazonas, que teve um fim trágico, nasceu Hipólito.

Enquanto o filho crescia, Teseu casou-se com Fedra, irmã de Ariadne. Hipólito se tornou um belo rapaz, forte e majestoso. Fedra se interessou pelo rapaz fazendo de tudo para realizar a paixão arrebatadora pelo enteado. No entanto, ele sempre a repudiava. Diante da recusa, Fedra se enforcou deixando uma carta relatando a Teseu que havia sido seduzida por seu filho Hipólito.

Teseu convencido do relato da esposa morta, e ainda tomado pela inveja profunda do filho que ameaçava suplantá-lo por sua beleza e bravura, expulsou Hipólito de seu reino, lançando sobre ele uma maldição. Quando Hipólito dirigia sua carruagem pela estrada costeira, do mar veio uma onda gigantesca trazendo um touro-marinho que assustou os cavalos e que fêz lançar Hipólito sobre os rochedos que veio a cair morto.

Quando Teseu recebeu o corpo destroçado do rapaz, toda a verdade lhe foi revelada. A partir disso a sorte de Teseu o abandonou. Sem o seu filho que teria herdado o trono, Teseu se entregou à pirataria e ao tentar raptar a rainha do inferno, foi aprisionado e atormentado. Quando conseguiu retornar ao seu reino, foi traído e atirado ao mar, do alto de um rochedo.

***************

O mito de Teseu representa aqueles que envelhecem e sentem inveja da juventude; o antigo ou tradicional combatendo o novo que surge. Muitos pais desejam o melhor para seus filhos porém sentem insegurança quanto ao melhor desenvolvimento deles temendo que possam ser superados. Da mesma forma agem os antigos profissionais que se recusam a transmitir seus conhecimentos e experiência para os mais jovens, temendo que eles possam substituí-los.

Assim também são os antigos conceitos que buscam uma desculpa para destruir as novas ideias e os novos paradigmas que se apresentam. A grande generosidade é permitir e aceitar com elegância, por mais injusto que seja, que a vida privilegia os jovens e as novidades.

É preciso o despreendimento e ter confiança de que a experiência e sabedoria adquiridas jamais serão suplantadas e são valiosas para as novas gerações. Essa inveja inconsciente é danosa para que os jovens possam explorar seu potencial, como também para que o mundo possa experimentar novos conceitos que permitirão uma evolução mais criativa da humanidade.

Postar um comentário

0 Comentários

Postagem em destaque

Parte 3 - Ocorrência envolvendo operadores de Segurança Pública