SEDRB | Em 2012, em meio à discussão sobre a implementação de cotas raciais nas universidades públicas no Brasil no Superior Tribunal Federal, o tráfico ilegal de escravos foi um argumento histórico acionado. Indique qual alternativa melhor explica o uso deste argumento de apoio.



Cronograma dos Cursos da SENASP pela Plataforma ENAP - Escola de Governo - Cursos a serem realizados na plataforma da ENAP



PROVA DE  SUSP E O ENFRENTAMENTO DA DESIGUALDADE RACIAL NO BRASIL  

Em 2012, em meio à discussão sobre a implementação de cotas raciais nas universidades públicas no Brasil no Superior Tribunal Federal, o tráfico ilegal de escravos foi um argumento histórico acionado. Indique qual alternativa melhor explica o uso deste argumento de apoio.
Escolha uma opção:
a.
O tráfico ilegal foi um exemplo de como as minorias raciais não deveriam ser incluídas nas políticas educacionais.
b.
O tráfico ilegal foi uma ação criminal que contou com a anuência do Estado Nacional brasileiro, e foi responsável pela entrada de todos os africanos escravizados na história do Brasil.
c.
O tráfico ilegal foi duramente combatido pelas autoridades do Estado Nacional brasileiro.
d.
O tráfico ilegal foi uma ocorrência isolada que não teve impacto na discussão sobre cotas raciais.
e.
O tráfico ilegal foi uma ação criminal que contou com a anuência do Estado Nacional brasileiro, que se tronou corresponsável pela entrada ilegal de mais de 800 mil africanos escravizados no Brasil.

Feedback

Essa afirmação destaca a grave realidade do tráfico ilegal de escravos, que foi uma ação criminosa que contou com a conivência e até mesmo o apoio do Estado Nacional brasileiro. Isso resultou na entrada ilegal de mais de 800 mil africanos escravizados no Brasil, tornando o Estado corresponsável por esse crime hediondo. Essa história sombria do tráfico transatlântico de escravos é uma parte importante do passado do Brasil e ressalta a necessidade de compreender e enfrentar as consequências desse capítulo da história.


Postar um comentário

0 Comentários