O assédio moral vertical descendente

 





O assédio moral vertical descendente é uma forma de violência psicológica que ocorre no ambiente de trabalho, onde um superior hierárquico exerce pressão, humilhação, intimidação ou discriminação contra um subordinado. Essa prática é considerada abusiva e pode causar danos emocionais e psicológicos à vítima.


O assédio moral vertical descendente pode se manifestar de diversas maneiras, como por meio de insultos, críticas constantes, atribuição de tarefas impossíveis de serem cumpridas, exclusão social, ridicularização pública, entre outras formas de comportamento hostil. Essas ações têm como objetivo desestabilizar emocionalmente o indivíduo e minar sua autoestima.


É importante ressaltar que o assédio moral no ambiente de trabalho é uma violação dos direitos humanos e pode ter consequências graves para a saúde física e mental da vítima. Além disso, também afeta negativamente o clima organizacional e a produtividade da empresa.


Caso você esteja sofrendo assédio moral vertical descendente ou conheça alguém que esteja passando por essa situação, é fundamental buscar apoio e denunciar o ocorrido. É possível recorrer aos recursos internos da empresa, como o setor de Recursos Humanos, ou buscar auxílio em órgãos externos, como sindicatos e a Justiça do Trabalho.


Lembre-se de que o assédio moral é ilegal e não deve ser tolerado. É importante promover um ambiente de trabalho saudável e respeitoso, onde todos os colaboradores sejam tratados com dignidade e igualdade.

Postar um comentário

0 Comentários

Postagem em destaque